segunda-feira, 12 de junho de 2017

Tiago Mórmon - Faze o Bem

video

Faze o bem, o dia desponta,
Para um futuro de paz e de luz.
Anjos no alto anotam e vêem
Todos os atos, oh, faze o bem!

Faze o bem, os efeitos espera;
Sê livre, luta com fé e vigor!
Sê forte e olha o futuro também—
Deus te protege, oh, faze o bem!

Faze o bem, as portas se abrem,
Quebram-se agoras as cadeias servis.
Teme e espera a verdade que vem
Cessam as dores, oh, faze o bem!

Faze o bem, os efeitos espera;
Sê livre, luta com fé e vigor!
Sê forte e olha o futuro também—
Deus te protege, oh, faze o bem!

Faze o bem, com santa coragem,
Eia, avante, avante ao fim.
Olhos chorosos que fitam o além
Serão enxutos, oh, faze o bem!

Faze o bem, os efeitos espera;
Sê livre, luta com fé e vigor!
Sê forte e olha o futuro também—
Deus te protege, oh, faze o bem!

Texto: Anon., The Psalms of Life, Boston, 1857
Música: George, Kaillmark, 1781–1835

Tiago Mórmon - Luz Espalhai

video

Hoje, pelo mundo,
Vamos encontrar
Seres fatigados
Cheios de amargor
Que alegria existe
Em reanimar
Corações magoados
Distribuindo amor.

Luz espalhai em todo o seu caminho
E conforto dai-lhes
Distribuindo luz.
Dai vossas bênçãos, com profundo carinho
E conforto dai-lhes
Distribuindo luz.

Um pequeno ato
Pode confortar
Ao desesperado
Dando-lhe valor
E com muito tato
Vamos abrigar
Ao viajor cansado
Dando-lhe calor.

Luz espalhai em todo o seu caminho
E conforto dai-lhes
Distribuindo luz.
Dai vossas bênçãos, com profundo carinho
E conforto dai-lhes
Distribuindo luz.

Se é triste o dia,
Inspirai fervor
E com fé segura
Espalhai a luz.
Ó quanta alegria,
Quanta fé e amor
E quanta ternura o
Bom falar produz.

Luz espalhai em todo o seu caminho
E conforto dai-lhes
Distribuindo luz.
Dai vossas bênçãos, com profundo carinho
E conforto dai-lhes
Distribuindo luz.

Texto: Lanta Wilson Smith
Música: Edwin O. Excell, 1851–1921

Tiago Mórmon - Não deixeis palavras duras

video


Não deixeis palavras duras
Vossos lábios pronunciar,
Porque Deus, lá nas alturas,
Pode por certo as escutar!

“Ao vosso irmão amai”
Ordena o Salvador,
Crianças escutai ao bom Senhor!
“Ao vosso irmão amai”
Ordena o Salvador,
Crianças ao Senhor ouvi!

O amor é sempre puro,
A amizade é sempre um bem,
Mas lembrai que um gesto duro
Pode matar o amor também.

“Ao vosso irmão amai”
Ordena o Salvador,
Crianças escutai ao bom Senhor!
“Ao vosso irmão amai”
Ordena o Salvador,
Crianças ao Senhor ouvi!

Frases ásperas ou frias,
Gestos cheios de rancor.
Matam nossas alegrias,
Nossa amizade e amor.

“Ao vosso irmão amai”
Ordena o Salvador,
Crianças escutai ao bom Senhor!
“Ao vosso irmão amai”
Ordena o Salvador,
Crianças ao Senhor ouvi!

Texto: H. R. Palmer, 1834–1907
Música: H. R. Palmer, 1834–1907

Tiago Mórrmon - Juventude da Promessa

video


Juventude da promessa esperança de Sião.
Escutai ao grande mestre, e segui-o em
união.

- Refrão -

Juventude de Israel, valorosa e fiel
Pelo Reino combatei; Lealdade dai ao Rei.

II

Já as hostes inimigas se aprestam a lutar.
Juventude pelas armas, ide louros
conquistar.

- Refrão -

Juventude de Israel, valorosa e fiel
Pelo Reino combatei; Lealdade dai ao Rei.


III

Por Sião e a justiça, a maldade desfazei.
Empunhai as vossas armas, a verdade
defendei.

- Refrão -

Juventude de Israel, valorosa e fiel
Pelo Reino combatei; Lealdade dai ao Rei.

IV

A batalha em breve finda, a verdade vencerá.
Juventude avante-avante, a vitória perto
está.

- Refrão -

Juventude de Israel, valorosa e fiel
Pelo Reino combatei; Lealdade dai o Rei.

Tiago Mórmon - Constante eu serei

video


Aqui, por um tempo vamos habitar
Prometes-te a nós
Que ao procurar vamos achar
E, finalmente,
Eu te encontrei e ao teu Filho
E surpreso estou
Por tudo que nos deu

Um eterno devedor sempre serei
Pelas bençãos, o perdão e por tua luz
Nem posso agradecer-te
Pelas vezes que me ergueu
Com tuas fortes mãos?
Mas prometerei contigo sempre estar
Constante eu serei

Jamais um poder assim eu conheci
És força
E eu sempre estarei perto de ti
És constante
Então, sei que em ti posso confiar
Com todo o coração

Um eterno devedor sempre serei
Pelas bençãos, o perdão e por tua luz
Nem posso agradecer-te
Pelas vezes que me ergueu
Com tuas fortes mãos?
Mas prometerei contigo sempre estar
Constante eu serei
Constante eu serei...